Monthly Archives: novembro 2015

Testemunho de Bruna Britto

Em outubro, tive um sonho profético, aonde Deus me disse que uma pessoa da igreja me entregaria uma palavra para assinar um contrato. Depois, recebi a palavra conforme o sonho, e assinei o contrato.

No entanto, soube que um analista cometeu um erro e o contrato teria de ser cancelado. Então, orei e declarei que a última palavra vinha de Deus, não do homem. Como havia aprendido com o Testemunho do Silas Pereira no Culto de Domingo.

No dia seguinte, Deus me deu sabedoria para escrever um e-mail com estratégias que eu havia estudado na faculdade. Em seguida, tive a chance de falar pessoalmente com a pessoa responsável e Deus me deu autoridade e argumentos que fizeram a diferença ao meu favor.

No final, o contrato foi assinado, conforme mostrado no sonho. Estou muito grata e feliz, pois Deus é fiel e sempre cumpre suas promessas dando a última palavra!


SUA ESCOLHA SÁBIA

“E peço isto: que o vosso amor aumente mais e mais em real conhecimento e todo discernimento, para que aproveis as coisas que são excelentes, a fim de que sejais sinceros e irrepreensíveis até o dia de Cristo, tendo sido cheios de frutos de justiça que vêm através de Jesus Cristo, para a glória e louvor de Deus.” – Fil 1:9-11

Estas palavras, mais do que conselho, são um pedido sábio de pai para filhos. O segredo do verdadeiro sucesso se encontra em sábias escolhas: coisas excelentes.

Quantas dores e tristezas, frustrações e desesperança, poderiam ser evitadas se fizéssemos escolhas sábias e se ouvíssemos os conselhos dos sábios. Está escrito no livro de Provérbios que seremos sábios se andarmos com os sábios e que o princípio da sabedoria é o temor de Deus.

Quanto mais conhecermos a Deus, mais O reverenciaremos com todo respeito, mais O consideraremos em tudo que fizermos e, então, nada ousaremos fazer que não venha ser aprovado por Ele. Isso traz discernimento para aprovar as coisas excelentes. Daí, nosso prazer e estilo de vida serão compatíveis com o nosso Criador.

A partir do momento em que nascemos, e até morrer, fazemos escolhas e colhemos as consequências. Infelizmente, muitos vivem a procurar os culpados de suas más escolhas, em vez de procurar aprender a fazer escolhas sábias.

Sinceros e irrepreensíveis é o que devemos ser. Praticar a verdadeira justiça que vem de Jesus Cristo é o nosso fazer. Esta é a ordem divina: ser para fazer. Tomemos para nós este conselho de Paulo a filipenses. Ser sinceros e verdadeiros.

A verdade pode doer e o ser verdadeiro pode causar vergonha às vezes. Essa vergonha, porém, será passageira, e o fim sempre será honra. Quando somos honrados, o nosso Deus Criador é glorificado e louvado acima de toda honra existente na Terra. Afinal, qual maior alegria nossa a não ser trazer honras e glórias e louvores ao nosso Amado Senhor?

Há um fim inevitável. Um dia deixaremos esta Terra, para vivermos a eternidade. Será vida eterna com nosso Deus, ou morte eterna longe de Deus no fogo que não se apaga. Hoje fazemos a escolha.

Busquemos, portanto, ser cheios do amor de Deus que gera conhecimento e discernimento. Consequentemente, amaremos os caminhos de Deus que geram frutos de justiça. Nosso país carece dessa justiça que vem de Deus. A mídia nos informa atualmente tanta corrupção que nos entristece profundamente. Sejamos instrumentos da justiça de Deus.


Testemunho de Celso Kamiya

Em Setembro desse ano fui demitido e fiquei muito surpreso com a notícia. Porém, senti no meu coração, o Espírito Santo me dizer que era o fim de uma jornada, para eu apenas descansar e confiar em Deus.

Passados alguns dias, percebi o quanto precisava desse tempo de solitude com o Senhor e com a minha família. Ganhei tempo de qualidade com a minha filha, onde pudemos estudar, brincar, meditar na Palavra, e fazer passeios.

Constantemente minha esposa me incentivava dando força e ânimo. Sempre acreditando que o melhor estava por vir. Foi quando meditei em Cl. 3:23 que diz: “e, tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor e não aos homens.”

A partir de então, comecei a ajudar o meu líder de RD, na igreja e nos últimos eventos. Foi um ótimo tempo de aprendizagem! Senti um derramar muito grande do amor de Deus.

No início de Novembro, o Senhor me recompensou com um novo emprego. Perto de casa, do colégio da minha filha e do trabalho da minha esposa.

Glórias a Deus! Declaro a você que está à procura de um emprego, o favor de Deus e dos homens. Ele é bom e sempre nos surpreende.


PELA EXCELÊNCIA DO CONHECIMENTO DE CRISTO

“Conto todas as coisas como perda em troca da excelência do conhecimento de Jesus Cristo meu Senhor.” – Filipenses 3:8

Nossa vida passa por diversas fases e creio que até morrer isso vai acontecer. Se observarmos bem, nossos gostos, aptidões, desejos e alvos, ou vão se definindo ou se trocando. Podemos dizer que progredimos ou decaimos. Deus queira que estejamos sempre progredindo.

Paulo, o apóstolo, fala um pouco de sua vida pregressa aos filipenses e se lembra de seu passado e de como fora criado e educado. No aspecto natural, ele tivera do bom e do melhor e julgava que tinha alcançado um padrão de vida acima da m é d i a . Reconhece que até passou dos limites no seu zelo farisaico.

Agora que tinha encontrado pessoalmente a Jesus Cristo, entrou numa fase da verdadeira vida com verdadeiros valores, recebendo revelações celestiais como nenhum outro e nunca antes.

Quanto mais conhecemos a Cristo Jesus, ficamos extasiados e nos humilhamos perante este Deus tão maravilhoso. Paulo, o apóstolo, se tornava cada vez mais humilde e mais dependente de Deus. Ele tinha que fazer um esforço para até deixar para trás as coisas passadas. Extasiante diante de tantas novidades excêntricas, pensava até que morrer seria ganho.

Lutava entre partir e ficar, pois desejava mais, muito mais as coisas celestiais do que tudo que tinha adquirido. Entendeu que as riquezas celestiais eram incomparáveis a quaisquer outras riquezas daqui da Terra.

Como poderei medir o quanto estou crescendo? Como medir o quanto tenho entendido as coisas celestiais? A resposta está em o quanto vou me desprendendo das coisas atraentes à nossa vida material, “à concupiscência da carne, à concupiscência dos olhos e à soberba da vida terreal”.

Estejamos sendo nutridos com as riquezas da Palavra de Deus, com a comunhão com a pessoa do Espírito Santo que nos guia em toda verdade e com a comunhão com os irmãos na fé.

Nossos gostos e desejos mudam. Que estejam mudando para desejar as coisas excelentes que nos levam a ter mais fome e sede do próprio Jesus Cristo! Enquanto fixamos os nossos olhos em Cristo e não nas pessoas ou nas coisas – ótimas que possam ser – jamais ninguém e nada ultrapassará o nosso Senhor Jesus Cristo , que deu a Sua própria vida por nossa redenção.

Observemos sempre se o nosso primeiro amor e a alegria da salvação estão sendo renovados todos os dias.


Testemunho de Patrícia Jovino

Há três semanas eu sentia uma forte dor na região do útero que me incomodava muito e se intensificava principalmente durante o período da noite. Senti a formação de uma bola nessa região e fiquei muito preocupada.

Semana passada, participei da reunião de oração das mães e comentei com uma mãe sobre essa dor. Ela se propôs a orar por mim, na mesma sala estava também uma criança de seis anos e as duas oraram declarando cura.

Após o término da oração senti instantaneamente que a bola saiu, e a mãe que orava, teve uma visão dessa “bola” de sangue que estava no meu útero sendo arrancada.

Desde então, não tive mais a dor e fui curada!
Deus é bom! Creia na cura, Ele ama cuidar dos seus filhos!


NOSSA ESCOLHA

“E Elias veio diante de todo povo, e disse: Até quando coxeareis entre duas opiniões? Seo Senhor é Deus, segui-O”. – 1Reis18:21

Elias, o profeta, teve que confrontar os profetas de Baal e o povo de Israel. Apesar de ele se sentir sozinho, tomou o seu lugar de autoridade ao desafiar o seu povo a se posicionar. Ele via uma pessoa indefinida como um coxo, não no sentido natural, mas um alguém incapaz de tomar uma decisão e incapaz de caminhar equilibradamente. Uma pessoa indecisa tem um andar desigual e não vai muito longe.

Somos impelidos a constantemente tomar decisões pequenas ou grandes, simples ou complexas, de vida ou de morte.

Somos incentivados a aprovar e escolher as coisas excelentes quanto mais nos aproximamos do nosso Deus Altíssimo. Isso nos faz concluir que Ele é realmente excelso e excelente. Para sermos os Seus seguidores, deparamos com escolhas constantes entre o ótimo e o excelente.

Temos uma narrativa de um encontro de um rico jovem com Jesus Cristo (Marcos 10:17-27). O jovem que foi se encontrar com Jesus, com certeza vivia o bom e o ótimo. Em toda a sua retidão, já usufruía de uma vida acima do normal. Era tido como um rapaz correto e exemplar; entretanto, bem no fundo de seu coração, sabia que deveria haver mais. Em conversa com Jesus Cristo, seus conceitos se abalaram. Para escolher o excelente, teria que abrir mão do ótimo. Infelizmente, não fez uma escolha sábia. Ele se apoiava na religiosidade e não no amor; nas leis e não as interiorizava para refletir e vivê-las.

Ele se contentou em viver uma vida boa, mal sabendo que o seu desapego às riquezas materiais o levaria a uma jornada de excelência junto com Jesus.

Assim como este jovem, muitos seres humanos não conseguem ultrapassar o natural. As bagagens de auto-justiça nos impedem de entrar no nível celestial. As aquisições e realizações pessoais podem nos enganar. Cedo ou tarde, você e eu teremos que escolher entre um andar com Jesus Cristo pela metade ou por inteiro.

A excelência, característica forte de Deus, não pode conviver com a mediocridade da espécie humana corrupta e perversa. O egoísmo e a insegurança dentro do coração daquele jovem o fizera pobre e ele mal sabia disso. A pobreza dele era mais destruidora do que qualquer carência de riquezas terreais.

Busquemos e escolhamos as verdadeiras riquezas: o amor verdadeiro que se expressa num amor genuíno a Deus e numa compaixão que alivia os cansados e os oprimidos. Não podemos ter um andar espiritual manco e desequilibrado. Um príncipe de Deus tem um andar nobre e seguro.


Testemunho de Bruno Novais

No mês passado participei de um seminário de cura e libertação e vivi uma experiência incrível! Domingo de manhã durante o culto senti muito forte a presença de Deus e que Ele estava tocando meu corpo.

Ando há muitos anos com o auxilio de muletas, e durante um momento de oração fui à frente do palco para receber ministração e mesmo com muita dificuldade fiquei um bom tempo em pé sem muleta. Para mim isso foi o início de um milagre na minha vida, pois nunca antes pude experimentar isso.

Não estou completamente curado ainda, mas minhas esperanças foram renovadas! Mesmo não andando sem muletas eu glorifico a Deus, pois Ele é bom em todo tempo. O amor Dele é o que nos basta.

Creia no milagre, e saiba que você é um filho amado!


MAJESTADE E EXCELÊNCIA

“Orna-te agora com majestade e excelência; veste-te de glória e beleza.” – Jó 40:10

Muitas vezes não entendemos o porquê de tribulações e dificuldades que acontecem em nossas vidas. Mal entendemos que Deus é poderoso para transformar em bem tudo aquilo que se levanta como um mal no nosso caminhar de peregrinos aqui nesta Terra. Além disso, nosso Deus elimina aquelas áreas da iniquidade para restaurar a Sua imagem e semelhança com que nos fez.

A história da vida de Jó é intrigante. Como pode um homem justo sofrer como sofreu?

Nas conversas entre os três amigos e Jó, Deus estava lapidando o caráter de Jó, mesmo que ele não o reconhecesse. A preocupação de Jó era defender-se e justificar-se diante das acusações ou da suposta ajuda em achar a raiz do sofrimento. Ambos os partidos estavam equivocados. Ambos os lados estavam vendo a crise com olhos humanos com miopia espiritual.

Quanto tempo, quantos dias, os quatro estiveram em conversa à procura da causa de tamanho sofrimento? Deus vem na hora certa … como sempre.

Muitas vezes não entendemos como e quanto Deus opera dentro de nós, a fim de tirar o vil e colocar o santo. Já somos salvos da morte eterna quando recebemos Jesus Cristo dentro de nosso espírito, mas a transformação da alma passa pelo processo da santificação pelo Espírito Santo que, com o fogo, queima toda sorte de impureza.

Deus trabalha em nós a excelência e nos veste de majestade, características tão próprias que Ele imprimira nos nossos pais Adão e Eva bem no início. Ele sonha em ter de volta o Seu plano original. Essa troca do vil pelo santo é um processo dolorido. É o momento da nudez e da vergonha, mas a roupagem da excelência e majestade é bem maior e excede a dor maior que se possa imaginar. O Seu amor excele qualquer sofrimento e dor. O Seu amor excele qualquer justiça humana.

Em cada passo do processo de santificação, Ele nos veste com roupas principescas: excelência e majestade. Ao mesmo tempo, Ele imprime em nós a essência de Seu caráter: glória e beleza.

Entreguemo-nos a Ele e deixemo-Lo trocar nossas vestes de vergonha e auto-justiça! Recebamos a essência divina! Daí, a nossa adoração Lhe será agradável. Daí, o mundo se beneficiará da bondade, do amor e do poder de Deus!


Testemunho de Elisa Domingos

Sempre fui levada à igreja pelos meus pais. Mas eles mal iam aos cultos e meu pai não era cristão. Certa vez ouvi o testemunho da minha líder que dizia ter orado quase vinte anos pela conversão do esposo e ter a graça de vê-lo se tornar um grande homem de Deus.

Na época eu tinha 12 anos e isso parecia uma eternidade para orar pela minha família. Apesar disso, mantive-me no propósito, os anos se passaram e nesse tempo busquei conhecer mais Deus e entender minha identidade e chamado sempre orando pelos meus pais.

Em 2014 voltei a morar com meus pais e comecei a vivenciar os frutos daquelas orações feitas. Pude ver meus pais reconhecendo a mão poderosa de Deus e sua infinita bondade sobre nossas vidas, fui usada para ajudar meus pais a restaurarem o relacionamento deles, que naquele período se desfazia completamente e pude ter a honra de orar com meu pai, fazendo sua confissão de fé!

Hoje tenho a alegria de estar com meus pais na igreja, ver a vida deles sendo transformada a cada dia e poder ser a testemunha do casamento oficial deles neste mês de Novembro, pois há 30 anos eram amasiados, mas hoje entenderam a importância desse ato!

Não tenha dúvidas, Deus é bom em todo tempo! Sua oração é a declaração da realidade do Céu aqui na Terra!


COISAS EXCELENTES

“E peço isto … que aproveis as coisas excelentes, …” – Filipenses 1:9 – 10

Por muitos anos tenho percebido o valor das orações por parte de pessoas que nos amam. O apóstolo Paulo expressa as suas orações em favor dos filipenses e estes foram muito incentivados a prosseguir nas coisas de Deus.

O alvo da oração de Paulo era o padrão de excelência para os filipenses. Ao longo de toda Escritura, o Espírito Santo se revela na excelência em todos os sentidos.

O amor nos filipenses deveria chegar ao ponto de serem capazes de discernir e escolher as melhores coisas e de viverem uma qualidade de vida acima de qualquer padrão humano.

O amor de Deus nos direciona à perfeição. Enquanto vivemos aqui na terra, nada é perfeito e ninguém é perfeito; entretanto, este amor perfeito de Deus é o nosso alvo e a força da vida. Sem o amor de Deus, a vida se seca.

Quanto mais crescemos no amor, mais teremos conhecimento e quanto mais conhecimento, mais discernimento. Realmente, o amor de Deus nos impulsiona a um nível de conhecimento além do natural. Por enquanto, tudo que conhecemos não nos satisfaz. Por isso Deus nos impulsiona a conhecê-Lo e a amá-Lo.

Podemos ter muitos dons e habilidades, mas o caminho excelente ainda é o amor. A tendência humana é ter e desejar ter mais de tudo. Milagres e prodígios podem acontecer, mas somente o amor preenche o coração dos homens.

O amor verdadeiro vai além da vista e perscruta os intentos dos corações e nos inspira a desejar o Autor do amor; enquanto isso, o amor humano e imperfeito exige, despreza e condena. O amor humano, sem a transformação carece da semelhança de Deus.

O caminho excelente que opera coisas excelentes deve crescer e ser uma realidade em nós. Quanto erramos e nos acomodamos às coisas boas e ótimas!

O ótimo é o maior inimigo do excelente. Se quisermos caminhar em direção do excelente, devemos deixar o ótimo. A ignorância nos impede de buscar as coisas excelentes. A estreiteza de mente e de coração nos mantêm na ignorância e no desamor. O amor “ágape” abre avenidas para o conhecimento e discernimento.

Busquemos o perfeito amor. O verdadeiro amor, o amor “ágape que nos ama sem fronteiras e infinitamente nos leva à eternidade. Este amor nos traz crescimento no discernimento e na sabedoria. Procuremos crescer na profundidade e na expansão do amor de Deus. Isso nos leva às coisas excelentes.