Monthly Archives: janeiro 2016

Testemunho de Carla Soares

Em 2014 tive um sonho aonde o Senhor me mostrou que remiria o tempo e cumpriria o meu chamado, mas que eu deveria me posicionar e seguir rumo as minhas promessas.

Então comecei a organizar passos práticos para caminhar rumo ao meu destino. Mesmo estando há quase dois anos desempregada, me inscrevi em um curso de missões como um passo de fé.

O Senhor supriu todas as minhas necessidades e concluí o curso teórico. Para o prático aonde exerceria o que aprendi, Deus colocou o país da Jordânia em meu coração. Ele proveu em todos os custos da viagem, além de realizarmos alguns trabalhos para levar o Reino e conexões divinas que nos ajudaram abrindo várias portas que sequer imaginávamos.

A maior conquista foi a liberação da ONU através do embaixador do Brasil na Jordânia para realizarmos um trabalho de evangelismo no maior campo de refugiados do mundo (Zaatari), onde foi a melhor experiência da minha vida e a realização de um sonho.

Creia nas promessas do Senhor! Ele é fiel para cumpri-las!


OBEDIÊNCIA E ENTENDIMENTO

“Ainda que era Filho, aprendeu a obediência por aquilo que padeceu.” Hebreus 5:8

“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. … e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até a morte e morte de cruz.”- Filipenses 2:5-8

Jesus Cristo tomou a forma do homem, colocou-se na semelhança humana e sofreu todas as tentações imagináveis e inimagináveis, venceu todas as tentações sem pecar, a fim de vingar-se da desobediência.

Qual mãe ou qual pai teve um filho completamente obediente? Eles próprios foram filhos desobedientes em pelo menos alguma vez na vida.

A desobediência é inerente à raça humana. Nossos primeiros pais, Adão e Eva, mancharam com a desobediência a sua semente, da qual nós todos viemos. Eles não conseguiram se manter obedientes à ordem de Deus Pai Criador. Foi assim que fomos formados em iniquidade e gerados em pecado (Sal 51:5).

Todo pecado tem a sua origem na desobediência: desobediência aos Dez Mandamentos. Estes não foram riscados da Bíblia. Eles existem até hoje. Somente Jesus, o Filho Unigênito de Deus, conseguiu ser obediente até a morte e ressuscitou para patentear o poder da vida roubada pela desobediência. Somente Jesus Cristo pode dar poder para o ser humano obedecer a Deus e à verdade.

Todos os pais e professores ou líderes lutam contra a desobediência de seus subalternos. Muitos problemas na humanidade poderiam ser sanados se houvesse obediência. A partir dos Dez Mandamentos que Deus entregou a Moisés, existem leis e leis inúmeras em todos os escopos da atividade humana.

Assim como Deus respeita a personalidade de cada filho Seu, cada pai deve fazer o mesmo, mas não se pode confundir personalidade com a vontade do ser humano. A personalidade deve ser preservada e desenvolvida até a maturidade.

O problema não é a questão da personalidade, mas da vontade. Jamais a obediência à ordem de Deus destruiria a essência do homem. Muito pelo contrário, iria aperfeiçoá-lo e fazê-lo satisfeito, seguro e feliz. O engano, entretanto, veio através de um arqui- invejoso e arqui-inimigo de Deus.

A obediência aos mandamentos de Deus contidos em toda Bíblia, trará bom entendimento e plena satisfação a todo ser humano. A obediência lida com a vontade desenfreada e inconsequente. A obediência gera dignidade e valor próprio. A obediência a Deus produz nobreza e equilíbrio. Obedeça a cada ordem de Deus expressa em toda a Escritura Sagrada.


Testemunho de Maria Helena Klas

No meio do ano passado foi compartilhado durante o culto um testemunho de cura de câncer. Tivemos um momento de intercessão e declaração de cura por amigos e familiares que estão passando por essa doença.

Lembrei-me de amigas que estão em tratamento e orei o nome de cada uma delas. Há alguns dias recebi a notícia que uma delas que estava com diagnóstico de câncer no ovário e tratamento há dois anos, recebeu o atestado de cura definitiva no final de Dezembro e hoje ela já pode engravidar.

Glórias a Deus por sua fidelidade e amor! A cura é acessível! Creia sempre no milagre.


PRINCÍPIO DA SABEDORIA

“No princípio criou Deus o céu e a terra. … E o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.” – Gên 1:1, 2

Sempre existe um princípio para tudo que existe aqui na terra, visível ou invisível. Desde o início, o Espírito Santo esteve se movendo e até hoje necessitamos de Seu mover.

Somos feitos corpo, alma e espírito e é por isso que precisamos ser trabalhados nessas três áreas, a fim de atingirmos o equilíbrio no nosso ser tripartido.

É comum vermos pessoas desenvolvidas em alguma dessas áreas, mas que apresentam desequilíbrio ou inaptidão em outra. Sem o Espírito Santo, é impossível termos vida no espírito e daí, então, tornamo-nos incompletos.

Um ser humano pode ter inteligência ou habilidade para certas coisas e não ter noção das coisas abstratas e espirituais. Assim tem caminhado a humanidade por todos estes séculos. O que mais lhe falta é o temor de Deus. O que mais lhe falta, como consequência é a sabedoria de vida e o entendimento das coisas eternas.

Deus planejou o início de tudo. Deus não é de confusão. Em Deus, tudo tem ordem e decência. O próprio universo tem ordem e os planetas estão nas suas próprias órbitas, assim como um ser humano nasce de relacionamento entre um homem e uma mulher. Quando nasce, tem um pai e uma mãe.

Se um pai e uma mãe não assumirem o seu papel de responsabilidade em criar bem seu filho, quem vai assumir esse lugar? Vivemos tempos em que as pessoas têm perdido as afeições naturais e é comum (mas não normal) ver filhos às soltas, sem quem os crie ou que os eduque. Não têm a chance de aprender o respeito e gratidão aos progenitores; por outro lado, os progenitores não assumem a honra de criar e educar seus filhos.

O temor de Deus começa no lar, onde os pais são respeitados pelos próprios filhos por serem cuidadosos e responsáveis. Os pais são a primeira autoridade do ser humano. Os pais são a primeira referência de família, unidade e autoridade.

Na medida em que os pais se dedicam, o filho se torna grato e respeitoso. Nenhum ser humano aprende do nada.

“Não foi o espiritual que veio antes, mas o natural; depois dele, o espiritual.”(1Cor 15:46).

“… pois quem não ama seu irmão , a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.” ( 1 João 4:19)

O ser humano nasce primeiro no natural e depois no espiritual. Se aprende a respeitar e honrar os pais, vai honrar e temer a Deus que não vê.

 


Testemunho de Luis Henrique Felix

No início de 2015, eu estava pedindo muito a Deus para entrar em um clube de futebol, eu jogava apenas no meu colégio, mas sempre sonhei em ser jogador de futebol profissional.

Pesquisei vários clubes na internet para procurar alguns testes, mas todos eles já haviam sido realizados. Continuei orando toda semana, crendo no meu sonho. Três meses depois o técnico do meu colégio me apresentou ao presidente do clube mais próximo da minha casa.

Duas semanas depois fiz o teste, passei e hoje sou titular do time, temos muitos jogos por semana, e pude experimentar a fidelidade e amor de Deus no meu sonho. Nunca desista dos seus sonhos. Ele é fiel, e no tempo determinado eles se realizam!


TEMOR DE DEUS

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que obedecem os seus mandamentos; o seu louvor dura para sempre.” –Salmo 11:10 (trad. lit. KJ)

Por um tempo a Igreja cristã decidiu não falar do temor de Deus, devido a um desvio de interpretação daqueles que exageraram o conceito de temor, propagando uma conotação de medo, ameaças e castigos aos que não seguissem o caminho de Deus.

Como é comum acontecer muitas vezes, o ser humano foi para o extremo oposto, enfatizando a graça e abusando da bondade e misericórdia do Senhor. No fim do ano passado, já se via o início da busca de equilíbrio entre o temor e a graça.

A graça e a verdade andam de mãos dadas. Jesus Cristo trouxe ambas. Há um equilíbrio entre estes dois valores. Quando a graça é bem revelada no coração de um cristão, surge o verdadeiro sentido da verdade. Quanto mais se conhece a graça e quanto mais se experimenta a bondade do Senhor, mais a pessoa deseja agradar o Autor do amor, da graça e da bondade. Daí, a verdade vem libertando a pessoa, o que faz dela mais ela mesma, sem medo de ser o que é e sem medo de fazer o que deve.

Quanto mais conhecemos a Deus, mais temor para não ofendê-Lo; mais desejo de agradá-Lo; mais desejo de amá-Lo. Quanto mais O amamos, mais autênticos, verdadeiros e sinceros nos tornamos, porque nos tornamos parecidos com Ele.

O conhecimento de Deus nos leva a um relacionamento sincero e seguro. A Sua presença nos envolve de tal maneira que quedamos em êxtase e acabamos nos curvando a Ele em obediência por amor.

Se quisermos saber o quanto realmente O amamos, podemos medir o nosso amor através de um relacionamento agradável e cuidadoso em jamais ofendê-Lo. Faremos tudo que Lhe agrada, obedecendo todos os Seus mandamentos escritos explicitamente na Bíblia.

Temos muito pela frente para melhorarmos o nosso relacionamento com nosso Deus. Ele já fez tudo por nós. Que mais pode Ele fazer por nós, se já deu o Seu Filho Jesus Cristo para morrer em nosso

lugar? Ele já deu o melhor e o único tesouro Seu para nos salvar da morte eterna e perdição. Que mais poderia Ele dar, se deu tudo? Agora é a nossa vez de buscá-Lo de todo nosso coração e de amá- Lo com tudo que somos.

Este novo ano seja um ano de muita intimidade com Ele, conhecendo-O mais profundamente e obedecendo-Lhe os Seus mandamentos. Que a graça e a verdade opere em nós um temor que se traduz em reverência e intimidade.