Blog

A VOZ DO ESPÍRITO SANTO

“Seja a paz de Cristo o árbitro em vossos corações, à qual, também, fostes chamados em um só corpo. …” – Colossenses 3:15

Estar bem consigo mesmo, em harmonia da alma, é uma das grandes bênçãos que temos da parte de Deus. Andar sendo aprovados por Deus gera tranquilidade e sossego que, por sua vez, contagiam os relacionamentos e o ambiente com a paz de Cristo.

O terceiro capítulo da carta de Paulo aos colossenses gira em torno do andar de uma pessoa que está em Cristo Jesus e cuja mente está colocada acima das circunstâncias deste mundo caído em que vivemos.

Temos muitas decisões a tomar, seja na área de relacionamentos, seja nas atividades que envolvem profissão. Desde o levantar do sol até o anoitecer, temos tantas decisões a tomar. Há certas decisões simples que não requerem muito pensar, mas há decisões sérias que ditam o nosso destino. Quaisquer que sejam as decisões … temos agradado a Deus? Temos entristecido ao Espírito Santo? Temos apagado o Espírito Santo dentro do nosso coração?

Quanto mais conhecemos a Deus, mais sensíveis nos tornamos ao Espírito Santo. A sensibilidade ao Espírito de Deus é um aferidor de nosso crescimento em Cristo Jesus.

No meio da família cristã, geralmente gostamos de medir o nosso amadurecimento espiritual. De que maneira? Através do fato de buscarmos andar com pessoas que venham acrescentar e nos impulsionar a desejar ouvir mais de Deus.

A paz se torna um árbitro nas decisões ou nos sentimentos quando lhe damos permissão. Podemos dar atenção, ou não, ao sussurro da brisa do Espírito Santo.

O profeta Elias aprendeu em etapas (1 Reis 19). Com um coração sincero, ele buscava ouvir a voz de Deus. Passou um vento grande e forte ao ponto de partir as rochas e quebrava as penhas, depois terremotos e fogo … mas Deus não estava falando através disso tudo. Ele, enfim, aprendeu a ouvir a voz de Deus de modo muito delicado. Elias ganhou a sensibilidade ao sussurro.

Assim como Deus treinou a sensibilidade no profeta Elias, também procura entre nós corações que O escutem e aprendam que a paz de Cristo realmente é a voz mais fina e delicada que pode nos mover conforme o Seu coração.

Dra. Sarah Hayashi


Post your comment